Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Poesia de estrada

Em teus versos escrevo o futuro,

Reinvento o tempo, melodias do passado,

E por aí, vejo e procuro

Os segredos do teu mar salgado

 

Pedaços de ternura em recantos escondidos,

Vamos por aí jurando aos ventos

Que seremos amantes livres e perdidos,

Resistentes às mudanças e aos tempos.

 

 

Livros abertos,

Náufragos sem receio do fim

A ler a nossa história, certos

Que somos da quadra e do soneto, motim.

 

Enlaces de cordel

Fusão de duas almas dormentes,

De caneta à vida num papel

Rabiscos.

Cartas sem pensamentos aparentes

 

A bambolear pela esquina

Pela vizinhança do verso em prosa

Tomar da liberdade, cristalina

O esteio de um poema, vista airosa

 

Sentimentos na flor da tua pele

Escrevem o que diz a terra ao mar,

Quando, baixinho, uma força o impele

E da bruma surge o luar

 

Noites quentes, cancioneiros velhos

Por perdão dessa pena a derramar

Verdades insípidas, refletidas nos espelhos

Poesia de estrada. Projeção. Declamar.

 

Garrafas presas a dar à costa

A teia do teu verso em formação

Poeta do teu mundo, escreve a resposta

Do outro lado te espera em constelação

 

Diz que é hoje, diz que é permanente

O búzio das palavras, som eterno

Sê poeta, vive contente

Porque nunca saberás ser Inverno.

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D