Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Pedras no caminho

Não há nada para escrever.

Não há uma descrição.

A vida passou-me ao lado, afastou-se e desenrolou a fita. Passou o filme a meio, parte sem parte, meios sorrisos, meias verdades, meios tempos.

Fiquei na dúvida, fiquei à porta da imaginação. Qual vida monótona, qual sentido para a felicidade?  Perdi tudo.

A vida é o que a vida quer, desdobra-se numa folha de mil pedaços e decide por si só que rumo terá essa história citada.

Eu só peço uma razão, uma outra versão, um último esclarecimento, um fórum aberto. Aquela luz ao fundo do túnel, aquela certeza de que tudo vale a pena. Mas não. Acontece tudo aos trambolhões, sem raciocinío, sem lógica. Basta um dia, um segundo, para que um quaquer lado dessa vida desça e empurre os teus ombros para o abismo, onde ninguém vai perceber o que sentes.

 

Afinal, quando é para mudar, é para mudar. Não mudas em pequeno, mudas em grande. Tão grande que não sabes como acompanhar tudo aquilo que à tua volta acontece. Quebra as tuas forças, derruba as tuas esperanças e tudo fica à distância. As palavras valem menos que o silêncio. E mesmo que incomode, é ele, esse silêncio absurdo e ensurdecedor que te acalma e revoluciona.

Não há nada para dizer.

Não há nada para fazer.

Tudo está a desabar. Não há sentido nem sentimentos. Não há nada. Nem apatia existe, por vezes.

Hoje não sei o que isto é. Não sei onde pertenço. Não sei o que digo, o que sinto, o que amo, o que desprezo. Sou uma máquina que é manuseada, sem vida própria, sem discernimento. Porque pela primeira vez, me faltam as palavras.

E quando nenhuma palavra faz sentido, a vida perde o seu valor. 

 

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D