Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Laços que não perduram

 

Foi com o vento a vontade de te escrever, numa dança de acrobacias em constante desequilíbrio.

Em tempos, pensei que as nossas ligações fossem de aço, daquele inoxidável que as lembranças perpetuam e os anos enrijecem.

Todavia, agora sei que, embora a essência se mantenha, tudo se transformou. Os tecidos são o véu que cobre o palpitar incessante, o fumo de uma chama em permanente fase de rescaldo que, ao toque, se incendeia e devora com voracidade toda a quietude em construção.

Já não conheço mais do que um nome. E isso dói. Queima. Arde em mim.

 

Sabê-lo fora absolutamente irrelevante num passado que se detinha à personalidade vincada, ao carácter firme, altruísta, amável e irrepreensivelmente desconcertante.

Antes o teu coração falava por ti: não tinhas nome!

Agora que a palha se desfiou, varri para debaixo do tapete todos os adjetivos melosos que fui guardando em busca da ocasião perfeita, de prevenção para as surpresas que a tua bondade preparava de vez em quando.

E acabamos por morrer, no dia em que escolheste como o derradeiro. O primeiro e último abraço. Os laços que não perduraram! 

Para mim havia mais. A história continuava até que as folhas acabassem e nós, as personagens cobertas por um qualquer pseudónimo manhoso, saltássemos livro fora e fôssemos correr até ao fim do mundo de braços cruzados e espírito livre!

Mas as folhas continuam sem tinta e tu sem isqueiro.

Largaste a esperança por um fio e, sem força, serei sempre um livro aberto.

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D