Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Insaciabilidade infinita

 

 

Tenho sede.

Tenho sede de infinito, das palavras que não cabem neste lugar puro e singelo, onde me conheço e investigo.

Tenho sede.

Sede de um mar salgado, docemente ondulado.

Tenho sede da água que transborda o rio, do sonho que preenche as manhãs.

Tenho sede do lápis que escreve por si a história verdadeira, sem hipérboles ou metáforas.

Tenho sede de uma vida repleta de algas enroscadas nas pernas quentes, de um dia passado ao sabor da areia fina e grossa, das texturas diferentes de uma toalha estendida sobre as reflexões de um ano inteiro.

Uma vida inteira.

 

Tenho sede dos pequenos moluscos perdidos e cravados nas rochas erodidas pela água que bate e não desiste de mergulhar na fria escuridão.

Tenho sede.

Tenho sede e quero abrir os braços ao mundo, num espaço deserto...

E gritar!

Gritar que sou livre, gritar despida da lista de tarefas e das alcunhas que teimam em marcar a minha pele.

Gritar que sou feliz, naquele momento.

Tenho sede da linha mista que é o horizonte, da curiosidade de um vazio repleto.

E é tudo muito simples. Basta olhar para o que não se vê, imaginar o que não se tem.

Só assim teremos tudo, realizaremos tudo, quereremos tudo.

Quero tanto matar esta sede!

Tenho sede.

Tenho uma sede sem adjetivos, indescritível na medida da sua insaciabilidade.

Tenho sede de um neologismo futuro, de uma aventura alienada.

Tenho sede.

E triste é pensar que um dia não terei.

Não terei sede, nem terei mais nada! 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D