Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Filtro dos sonhos

Um último suspiro revelou a espessura do fardo que carreguei durante dias a fio.

Acordei com um prego espetado na porta, a soleira a rastejar e os primeiros raios de sol a infiltrarem-se pela fechadura, sobre a qual o meu filtro dos sonhos pendia e baloiçava sem certezas.

Os meus olhos enxergavam a penumbra cortada a meio pelo dourado ténue de um feixe de luz perpendicular. As costas estavam entorpecidas pela dor e, de esguelha, eu conseguia ver, pelo espelho enviesado, as curvas percorrerem-me de norte a sul.

A memória tinha voltado. Aquela noite. Aquele tormento.

Não tinha forças para gritar. Não sabia sequer por quem o deveria fazer.

 

Era um barracão velho, poeirento e sombrio. E ali estava o meu corpo nu, envolto em sangue, prostrado diante de lençóis velhos, outrora imaculados.

Conseguia perceber como mordia o lábio inferior, com que voracidade os meus olhos marejavam, com que fragilidade me abraçava entre murmúrios e gemidos inaudíveis.

Conseguia perceber que não estava a perceber nada!

E as seringas espalhavam-se pelo chão. E o cheiro a mofo, a droga, a violação abafava o vento leve e aprazível de um novo dia.

Sem luz. Sem paz. Sem culpas.

Ele chegou.

Houve um dia em que ele chegou para roubar a minha dignidade.

A porta abriu-se. Sucumbi.

 

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D