Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Éramos todos humanos...

No meio das palavras vazias, ouvem-se os estilhaços da verdadeira crueldade.

 

De repente, o choque apodera-se da liberdade das entranhas.

Sentimo-nos como um pássaro ferido na asa: a liberdade depenada, o coração vazio, a mente bloqueada pelo medo.

Ficamos boquiabertos, sem reação, embasbacados...

Soltos à deriva das lágrimas que o sangue derramou: o sangue da humanidade!

Faltam as palavras, tamanho é o sentimento de revolta e incompreensão... Falta-nos tudo!

 

Ficamos encolhidos, com medo, na gélida realidade que absorvemos.

Perdemos a coragem, rendemo-nos aos acontecimentos.

Pensamos, numa das poucas vezes, em como seria se estivéssemos no lugar do outro: o fim certo, o sofrimento transcendente.

Acontecimentos que não são descritíveis ou toleráveis!

Pensamos que a vida é injusta. Marcamos a data, entristece-nos o momento...

Procuramos o lugar, um refúgio para a paz, uma passagem pelo amor, um desvio da anormalidade.

Os factos desenrolam-se, conhecemos a maior fragilidade do homem: o receio, o medo, a incapacidade de controlar o que quer que seja.

Homens controlados por homens.

Homens que não são homens.

Porque, na verdade, nós "éramos todos humanos até que: A raça nos desligou. A religião nos separou. A política nos dividiu. E o dinheiro nos classificou".

Éramos todos humanos e, hoje, destruindo a par e passo o que somos, rezamos pelo mundo e por todos aqueles que um dia nasceram homens! Rezamos pela PAZ, rezamos pelo MUNDO!

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D