Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Em pausa...

Boa tarde, queridos leitores!

Hoje, esta publicação é um bocadinho diferente do habitual.

Decidi fazê-lo pelo carinho que tenho por vocês e porque não quero, de forma alguma, defraudar-vos.

A verdade é qe, vou estar um pouco ausente, como já tenho estado nos últimos dias, ou seja, durante as próximas semanas o blog não vai ter novas publicações porque preciso de gerir a minha vida e definir prioridades.

Espero que esta ausência seja a mais breve possível e que, com isso, não perca a vossa atenção, o vosso interesse e, acima de tudo, o vosso carinho.

São apenas 15 dias, se tanto...

E espero que no meu regresso vos possa contar coisas muito boas, sobre o que tenho feito, vivido e experienciado.

 

Às vezes, precisamos de um "abanão" para recuperar a força e não desistir de lutar pela vida e pelos nossos sonhos. Para que possamos substituir um desejo por uma ação que o concretize.

Tenho vivido muito e pouco. E tenho de aprender a balancear as oscilações desta rotina.

Prometo-vos que quando voltar, volto com mais força, com mais surpresas e com vontade de compensar cada dia sem palavras ou partilhas.

Energias renovadas, boas energias!

Sei que, certamente, me compreenderão. A tolerância define cada um dos que, ultimamente, tem entrado neste espaço tão meu e tão, igualmente, vosso!

Estou grata por tudo o que este blog me tem dado e não pretendo, de todo, abdicar dele. Não procuro reconhecimento, procuro fazer algo bom para mim, algo que me deixe feliz e realizada. Procuro poder partilhar as minhas histórias e a minha escrita convosco de uma forma natural e genuína.

A verdade é o caminho para se ser feliz!

Eu sou feliz quando, acima de tudo, sou verdadeira comigo mesma. Porque sei que aí, saberei reconhecer os meus defeitos, saberei lutar e conquistar, a pulso, todas as metas a que me proponho. E saberei que, independentemente das circunstâncias da vida e de todas as escolhas, fiz e dei o melhor de mim!

 

Dia 13 espero por vocês, aqui!

Beijinhos e até breve!

 

26 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D