Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

Eleições molhadas, eleições abençoadas

Hoje é a primeira vez que vou votar!

Esperei muito por este momento, o momento em que poderia ter voz, o momento em que poderia contribuir, de forma consciente, para o meu país e para o rumo do mesmo. Há 41 anos o desejo de muitos foi realizado e, por isso mesmo, hoje somos livres de escolher os nossos representantes. Sendo assim, porque havemos de deitar esse direito fora?

Votar é mais do que um direito, é também um dever.

Não adianta fazer manifestações e mostrar a nossa indignação se no dia da verdade não comparecemos.

A responsabilidade também é nossa! Hoje, somos nós que somos chamados a decidir.

 

É claro que, provavelmente, pouco mudará, pouco será diferente, mas a escolha é nossa.

 

Uma abstenção é diferente de um voto nulo ou de um voto em branco. 

E, se queremos mostrar a nossa indignação, se não concordamos com nenhum plano, se nenhuma das opções nos agrada então temos de mostrar isso mesmo. Temos de o mostrar na urna. 

E como diz o ditado, "eleições molhadas são eleições abençoadas". 

Vamos ter esperança nisso mesmo. Hoje assinalamos não só o nosso presente, mas também o nosso futuro. 

Hoje o país está nas nossas mãos.

Votem!! 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D