Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

O meu poema

O blog em que o sonho é o principal verso da vida. O ser humano na sua essência. Os sentimentos à flor da pele. O tudo e o nada.

É hoje: Happy Birthday Jesus!

 

É hoje!

É hoje o dia tão aguardado, é hoje que vamos estar todos juntos, à mesa, a comemorar o Natal.

O verdadeiro Natal que se faz de amor, de paz, de entrega, de união, de família…

É hoje que vamos estar com aqueles que já não vemos há algum tempo, é hoje que vamos entregar os presentes que ainda não compramos e distribuir sorrisos.

É hoje!

É hoje que nos vamos lembrar daqueles que não vão ter um natal feliz, como o nosso – a mesa e o coração cheios-, daqueles que faltam, daqueles que não vão chegar porque partiram. Daqueles que deixaram o lugar vazio, para sempre.

 

É hoje que a saudade aperta, um pouco mais.

 

O Natal é uma oportunidade para deixarmos de lado as futilidades e a azáfama do dia-a-dia, é uma oportunidade para tornarmos o mundo melhor porque isso só depende de nós!

E o mais importante é aquilo que de melhor conseguimos fazer e ser. O nosso melhor, o nosso sorriso, a nossa alma e todo o nosso coração!

Para mim, o Natal é isso. É esquecer tudo o resto e celebrar o nascimento, celebrar a paz no mundo e a verdade!

Hoje em dia, vivemos num lugar que nem sempre se rege pelos valores mais corretos, vivemos com pressa, sem atenção, sem cuidado.

Deixamos escapar, por entre os dedos, o melhor, o essencial, o amor.

Não temos tempo para escrever um postal, nem para, ao acordar, dar aquele abraço apertado aos nossos pais, dar aquele beijo acompanhado por um “gosto muito de ti”.

Não temos tempo para nada, não temos tempo para a vida!

Mas, hoje, podemos fazer das exceções uma regra e podemos mudar isso.

Podemos fazer o dia de alguém feliz e sentir a brisa que anda no ar. Podemos largar o trabalho, largar as desculpas e dar as mãos e contar as doze badaladas. Hoje podemos comemorar, juntos. Comemorar a vida, comemorar o nascimento, comemorar o que somos. O que somos na verdade, sem frases feitas ou compromissos inadiáveis.

É hoje o dia!

E que não o deixemos passar. E que não nos deixemos abater por facilitismos, e que não sejamos mais conformados com aquilo que “os outros” fazem ou vivem.

É hora de agir, é hora de abraçar, de cumprimentar, de desejar um bom natal, sincero!

É hora de dar graças, por um dia, também nós termos vindo ao mundo, inocentes, sem pecados, sem maldade.

E é hora de sermos felizes!

 

Feliz Natal a todos!

Obrigada por me fazerem feliz e por continuarem, dia após dia, desse lado!

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Seguir perfil

A ler:

Calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D